sexta-feira, 21 de março de 2014

Suicisses que eu adoro :)

Gosto do ar despreocupado e descomplexado desta gente!!
Comer onde bem lhes apetece, num banco junto ao lago, numa escadaria, no metro ou comboio, a caminho do trabalho ou de casa.....
Gosto de cada um andar vestido como acha bem e lhe apetece sem se preocupar com olhares, comentários e observações.
Gosto de ninguém observar ninguém, de ninguém julgar ninguém, de ninguém criticar o aspecto, o cabelo verde, as tatuagens, as botas sujas de há uma semana, as meias ás ricas ou vermelhas por baixo de um fato clássico.....
Gosto de ir a um supermercado e ver o operador de caixa com rastas até ás costas e tatuagem no pescoço, outra com cabelo rosa e piercings na face..... de ir aos correios, a um banco ou a um serviço público e ver os funcionários tatuados com brincos sem terem sido descartados do emprego por meras aparências.....
Adoro principalmente ver a reacção das pessoas a gestos de carinho entre casais gays!! Simplesmente não têm reacção, porque simplesmente não há nada de extraordinário para ser olhado de maneira diferente ou para ser sequer uma tema de observação!!
Gosto deste modo de vida que não sobrevive do que o alheio pensa, de falsas aparências, do politicamente correcto e do bonitinho só porque os outros assim o acham!!
Adoro Zurique :)

4 comentários:

  1. Essa atitude relaxada deve ser maravilhosa!!

    ResponderEliminar
  2. Das vezes que viajei lá para fora senti sempre uma maior abertura a certas coisas que em Portugal não existe. As pessoas olhariam logo. Lembro-me que quando fui a Barcelona (primeira viagem que fiz para fora do país), já lá vão uns 7, 8 anos, vi imensos casais de homens de mão dada sem problemas absolutamente nenhuns. Claro que cá em Portugal isso seria impensável. Ainda hoje o é, não sejamos hipócritas. As pessoas repararam muito, falam muito, sobretudo nos meios mais pequenos.

    ResponderEliminar

Comentem, recomentem e voltem a comentar... with love :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...